Oficinas / Palestras técnicas

- PALESTRAS RALLY UNIVERSITÁRIO FLORIPA 2018
- PALESTRAS FORMATIVAS
- OFICINAS

INSCRIÇÕES


RALLY UNIVERSITÁRIO FLORIPA - O ciclo de palestras do Rally Universitário apresenta fundamentos e dicas de cada área da realização audiovisual, com o objetivo de preparar as equipes participantes do Rally para a produção de um curta-metragem em 100 horas de trabalho durante o FAM. Serão cinco atividades concentradas nas áreas chave para produzir um filme: Roteiro/Direção, Finalização, Produção, Direção de Fotografia, Montagem e Som. Quer pegar uma carona? Abrimos, exclusivamente, 20 vagas para o público externo. Inscreva-se através do link: https://goo.gl/RAsMAa


Direção  | 20.06 | 10h - Caroline Fioratti
Sala: Goiabeira

Caroline é roteirista e diretora de curtas-metragens premiados (Formigas, A Grande Viagem e Algum lugar no recreio), da série A Grande Viagem, para a TV Cultura, e do longa-metragem Meus 15 Anos, da Paris Produções. Entre outros trabalhos, dirigiu também a série Unidade Básica, da Gullane, para o Canal Fox, que se passa em uma unidade de saúde na periferia de São Paulo, e está no set dirigindo episódios da segunda temporada da série A Garota da Moto, sobre uma motogirl em São Paulo, da produtora Mixer, para o SBT. No segundo semestre, volta aos longa-metragens, com a direção de um filme gravado no Rio de Janeiro, da Migdal Filmes. 


Fotografia | 20.06 | 14h - Julio Ribeyro
Sala: Goiabeira

Estudou história da arte na "L'Ecole du Louvre" em 1988. Mais tarde, entre 1990 e 1992, estudou fotografia na London International Film School, na Inglaterra. Entre 1992 e 1993, continuou seu treinamento em direção de fotografia no prestigioso Instituto de cinema americano. Até hoje, trabalhou em mais de vinte longas-metragens em direção de fotografia, entre os quais: "Anaconda", filmado no Brasil em 1997; "A +" (2001), com a participação de Eloy Azorín e Carlos Fuentes, que receberam o Prêmio Especial do Júri no Festival de Málaga; "Circuit" (2009) com Sophie Auster, Leticia Dolero e Oscar Janeada, selecionados para o Golden Biznaga no festival de Málaga, indicados na seleção oficial do Festival de Xangai para o Cálice de Ouro e para o prêmio no Festival de Karlovy Vary, 2010.


Som  | 20.06 |16h 
Sala: Goiabeira

Gustavo Oliveira de Souza, o “Gus” (Edição de Som)

Pensador e operário do som para audiovisuais, já participou como técnico de som, Sound Designer, editor de som e mixador em vários projetos de diferentes formatos e mídias. Técnico de som de filmes de curta-metragem consagrados em diversos festivais, como "Qual queijo você quer”, dirigido por Cíntia Domit Bittar e "Mais ou menos”, de Alexander Siqueira. Como Sound Designer ganhou prêmio no Festival Cine PE 2015 com o curta "O segredo da família urso”, também dirigido por Cíntia Domit Bittar. Antes de "ouvir o mundo", trabalhou 12 anos como designer gráfico, passando por importantes agências e editoras de São Paulo e Florianópolis.

Jussimar Teixeira (Captação de Som)

Gaúcho, reside no Rio de Janeiro desde 2005, é formado em Artes Cênicas pela Cathedra/RJ, em Operação de Câmera pelo Sated/RJ e Técnico Audiovisual pelo Cinema Nosso/RJ. Jussimar é Técnico de Som Direto em Programas de TV, Cinema com Documentários, Ficção, Curtas, Publicidade e Institucional. Trabalhou no programa “Espelho” com Lázaro Ramos do Canal Brasil, programa “Pirei” com Beth Lago, do Canal GNT, programa “Intervenção” canal A&E, programa “Especial”, da TV Brasil entre outros, documentários como “INNOVARE 10 anos”, “Histórias que Transformam o Brasil”, “Assó, Adorei o Jongo!” e “No Risco do Circo, no Risco da Vida”, entre diversos outros.
    


Produção | 21.06 | 9h - Luis Lomenha
Sala: Goiabeira

Luis Lomenha é formado em Letras pela PUC/RJ. Começou sua experiência no audiovisual no longa metragem “Cidade de Deus”. Diretor na Jabuti Filmes, entre seus principais trabalhos estão os documentários “Vida Nova com Favela” vencedor do Prêmio Andi no Festival de Jovens Realizadores do Mercosul em 2006; “Uma Mãe como Eu” vencedor do Prêmio Curta o Curta no Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo em 2008; “Luto como Mãe” vencedor do prêmio de melhor filme no Festival Internacional de Cinema de Santa Cruz de La Sierra, Bolívia 2010; e a série “Minha Rua”, exibida no Canal Futura. Também foi produtor de diversos filmes como “Cidade de Deus: 10 anos depois” (2013) e Sob “Luz e Sombras” (2012). O produtor fundou, junto com os cineastas Fernando Meirelles e Katia Lund, a ONG Cinema Nosso, que prepara jovens da periferia para o mercado audiovisual. 


Montagem  | 21.06 | 11h - Pablo Riera
Sala: Goiabeira

Nascido em São Paulo, Brasil. Formou-se na Escuela de Cine del Uruguay como montagista e realizador em 2005. Editor freelance com mais de 10 anos de carreira. Editou filmes de longa-metragem, séries de TV e web, trailers, documentários e vários conteúdos audiovisuais, incluindo os filmes de ficção uruguaios "El lugar del hijo" de Manolo Nieto e "Los enemigos del dolor", de Arauco Hernández. Trabalhou editando diferentes projetos cinematográficos, destacando os diretores Daniel Hendler, Adrian Biniez, Guillermo Casanova, Gonzalo Delgado, Verônica Perrota, Ernesto Gillman, Emilano Mazza, entre outros. Realizou publicidades como diretor tanto para o mercado uruguaio como internacional (Colômbia, Equador, México). É professor de Montagem do quarto ano da Licenciatura em Meios Audiovisuais da ENBA, em Playa Hermosa. Também é diretor publicitário e ator de cinema.
 


Conversa com Vera Zaverucha sobre FSA e ANCINE | 22.06 | 14h às 17h
Sala:
Goiabeira

A atividade pretende abordar os aspectos regulatórios do setor, bem como dos mecanismos de investimento ao setor audiovisual que estão disponíveis no âmbito do governo federal, tais como leis de incentivo e FSA. 

Oficina "A construção da continuidade em uma história audiovisual de ficção, com Silvina Obregón | 23.06 | 14h às 18h
Sala:
Goiabeira

A continuidade é a espinha dorsal de toda história audiovisual fictícia. Partindo do pressuposto de que a continuidade deve ser buscada e construída, descreveremos o papel multifacetado do continuista, entendendo assim grande parte da logística audiovisual.
Abordaremos todos os desafios técnicos e filosóficos que um continuista encontrará durante o decorrer de uma sessão: A leitura e o colapso consciente do roteiro; ter em conta e como observar para o propósito da assembléia; como conseguir continuidade nos cortes (eixos, direção da aparência, progressão, saltos); O trabalho em ação, em função da continuidade e da ação dramáticas e da verificação da informação que é dada em uma história de ficção quando se trata de construir uma verdade, são algumas de suas tarefas. Desta forma, através de relatos e análises de experiências reais em filmagem, será descrita a relação do continuista com cada uma das áreas e sua dinâmica em conjunto.

GAME JAM FAM - Play test: Mostra de Jogos Indie | De 19 a 24.06
Lounge SC GAMES

Mostra de jogos em desenvolvimento por startups e desenvolvedores autonômos


GAME JAM FAM - Maratona de desenvolvimento de jogos: Game Jam Fam Mirim 2018 | De 22 a 24.06 
Lounge SC Games

O Game Jam FAM Mirim é uma competição de desenvolvimento, na qual os participantes receberão um tema específico deverão desenvolver, em equipe, um jogo em até 48h.
O objetivo do Game Jam FAM Mirim é incentivar a competição saudável entre desenvolvedores e encontrar grandes talentos da comunidade.

Requisitos para inscrição

- Ter idade entre 9 e 14 anos;
- Ter disponibilidade para participar de toda a maratona, que ocorre nos seguintes dias e horários:

Dia 22: das 14h às 18h
Dia 23: das 9h às 18h
Dia 24: das 9h às 18h

 

Apoio