Notícias

ECM 2019: dois projetos vencem prêmio de consultoria

Petrus Barreto e os vencedores do prêmio ECM 2019
Petrus Barreto e os vencedores do prêmio ECM 2019

Em disputa acirrada, um projeto colombiano e um projeto paraguaio levam o prêmio do Encontro de Coprodução do Mercosul 2019, que prevê consultoria completa nas áreas jurídicas, de regulação, de estruturação de negócios e de assessoria artístico-financeira

A 3ª edição do Encontro de Coprodução do Mercosul – ECM 2019 encerrou nesta terça-feira (01/10) com o anúncio dos melhores projetos apresentados. O prêmio, que inicialmente estava previsto para um único projeto, acabou sendo concedido a dois: Kokue, do Paraguai, e Las Hojas Del Poder, da Colômbia, ambos os projetos de longa-metragem ficção. “A qualidade dos projetos apresentados estava excelente, então tomamos a decisão de contemplar dois filmes ao invés de um. E, ainda assim, foi uma decisão muito difícil”, explicou Petrus Barreto, da Bússola Audiovisual, grupo que reúne especialistas de diferentes áreas do audiovisual com o objetivo de ajudar novas criações a saírem do papel de forma inteligente.

Os vencedores irão ganhar uma consultoria completa com a Bússola nas áreas jurídica, de regulação, de estruturação de negócio (plano de negócios e marketing), além de uma assessoria artístico-financeira. “O ECM está sendo uma aventura estupenda. Aqui conhecemos muita gente maravilhosa, o que nos mostra que o cinema é puro amor, nada mais”, comemora emocionado Fernando Sanchéz, um dos representantes do projeto Las Hojas Del Poder.

Além do prêmio principal do ECM, outros cinco projetos receberam o convite para participar do IV Salón de Productores y Projectos do Festival de Cinema de Calli, na Colômbia, um evento de formação e de fomento de acordos de coprodução. Foram eles: Las Fronteras Del Tiempo (Argentina), Rodas de Gigantes (Brasil), Kokue (Paraguai), La Danza de los Mirlos (Peru), Una Sola Primavera (Argentina) e Los Libros Restantes (Brasil). A produtora Victoria Hurst, da Bahia Visual Produções, também foi convidada a ingressar no projeto Fé, Coraje y Misticismo, que está sendo produzido pela Colômbia e envolve diretoras de todos os países latino americanos. Outros dois projetos, que ainda requerem mais desenvolvimento e maturação, foram convidados para participar do salão de Calli em 2020. “Estou muito agradecido ao FAM e ao ECM, por que esses prêmios vão ajudar a fortalecer o mercado do audiovisual do Paraguai”, vibrou Miguel Ángel Agüero, representante do projeto Kokue.

O 23º Florianópolis Audiovisual Mercosul teve o investimento do Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE, Fundo Setorial do Audiovisual - FSA, Agência Nacional do Cinema - Ancine, com realização da Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Pátria Amada Brasil, Governo Federal.

O ECM 2019 é uma produção da Associação Cultural Panvision, Petrus Barretto Advogados Associados e Muringa Produções Audiovisuais, com apoio institucional BRAVI - Brasil Audiovisual Independente, Instituto de Pesquisa Boca a Boca e Latam Cinema. Nesta edição, reuniu 14 players de mercado com 17 representantes, 16 palestrantes e 70 inscritos. Ao longo dos três dias, foram realizados 126 encontros one-to-one oficiais, além de inúmeros contatos informais.




Parceiros