Notícias

Fundo Setorial do Audiovisual é tema de Oficina no FAM 2019

Vera Zaverucha, ex-diretora da Ancine, especialista na área da regulação audiovisual
Vera Zaverucha, ex-diretora da Ancine, especialista na área da regulação audiovisual

Vera Zaverucha, ex-diretora da Ancine, estará em Florianópolis nos dias 28 e 29 de setembro. As inscrições já estão abertas

O 23º Florianópolis Audiovisual Mercosul terá nas atividades do Fórum Audiovisual Mercosul a oficina "Desvendando o Fundo Setorial do Audiovisual - FSA", com a Vera Zaverucha, ex-diretora da Ancine, especialista na área da regulação audiovisual, consultora e professora.

O Fundo Setorial do Audiovisual é um fundo destinado ao desenvolvimento articulado de toda a cadeia produtiva da atividade audiovisual no Brasil. Criado pela Lei nº 11.437, de 28 de dezembro de 2006, e regulamentado pelo Decreto nº 6.299, de 12 de dezembro de 2007. O FSA é uma categoria de programação específica do Fundo Nacional de Cultura.

A oficina será nos dias 28 e 29 de setembro, das 13h às 18h vai abordar assuntos que fazem parte do dia a dia de uma produtora de cinema e de conteúdos para televisão aberta e fechada. Inclui os processos exigidos pela Ancine e os Registros, Classificação de nível, CPB, Condecine, CRT e Prestação de Contas.  Em relação ao fomento, serão abordados temas relacionados às leis de incentivo, Fundo Setorial do Audiovisual e as novas regras, além de aspectos relacionados a Lei 12.485/11.

O FAM 2019 é organizado pela Associação Cultural Panvision e Muringa Produções Audiovisuais e a oficina será ministrada no Museu da Escola Catarinense, no Centro de Florianópolis. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser realizadas através da plataforma SYMPLA.

Vera Zaverucha

Atuou por mais de 30 anos na área pública, ocupando diversos cargos nas instituições responsáveis pelas políticas de financiamento e regulação do setor audiovisual, tais como: diretora da Ancine, secretária de Estado para o Desenvolvimento do Audiovisual, e diretora da Fundação do Cinema Brasileiro.

Em 2000, integrou a equipe da Casa Civil da Presidência da República responsável pela coordenação do Grupo Executivo da Indústria Cinematográfica, constituído para propor o novo modelo institucional para o setor, que resultou na criação da Agência Nacional do Cinema – Ancine.

De 2002 a 2006, foi assessora-chefe da Presidência da Ancine trabalhando diretamente na sua implantação e de 2007 a 2010 exerceu o cargo de superintendente de Acompanhamento de Mercado, tendo proposto e coordenado a criação do OCA – Observatório do Cinema e do Audiovisual. Participou dos processos de regulamentação dos diversos mecanismos de coleta de informações sobre o setor audiovisual, de fomento e financiamento à produção, distribuição e exibição. Em 2011 foi nomeada diretora da Ancine para um mandato de quatro anos, que teve seu término 2015.

Com três livros lançados, Como se faz um filme (1980); Lei do Audiovisual Passo a Passo (1986); e Desvendando a Ancine (2017) , segue sua trajetória atuando como especialista na área da regulação audiovisual, consultora e professora

No início de sua carreira atuou como produtora executiva de alguns filmes, o que lhe dá um conhecimento da forma de produzir no Brasil. Sua experiência na distribuição de filmes, num curto período, também lhe deu conhecimento compreensivo do setor.
 

Similar posts

Apoio