Notícias

Do carvão ao pixel, 19 anos como projecionista do FAM


Projecionista desde os 11 anos, quando começou a frequentar (e trabalhar informalmente) o cine Singapura, que ficava nos altos da Vila Mariana, em São Paulo, com projetores com lâmpada a carvão, José Luis de Almeida, que desde 1999 exerce a nobre função de exibir os filmes do FAM, será homenageado este ano por sua contribuição, ao longo desses anos, para o crescimento e consolidação do Florianópolis Audiovisual Mercosul como um dos principais festival da América do Sul.

Engenheiro de formação, Zé Luis, como é conhecido, virou projecionista de fato com 14 anos, quando começou a trabalhar no cine Candelária, também em São Paulo. “Eu saía da escola e ia para o cinema trabalhar. Ficava lá projetando todas as sessões, e muitas vezes eu ficava até às 23h. Não ganhava muito dinheiro, estava lá mais para aprender. E foi uma experiência que carrego desde sempre”, contou o profissional que atua em mais de 40 festivais de cinema por ano no Brasil.

Sobre a homenagem que vai receber no FAM 2018, Zé Luís disse acreditar que ela é mais do que o reconhecimento como projecionista, que hoje nos tempos digitais trabalha com luz de led, mas também pela amizade que tem com toda a “família do FAM”, em especial com o diretor Antonio Celso Santos.

“É uma satisfação muito grande receber essa homenagem do FAM. Para mim, todo festival é uma planta que se cuida com carinho para ela crescer. É um trabalho coletivo, da organização, da curadoria, da montagem, da produção, enfim, de todos que trabalham nele. Participo do FAM desde quando era no Centro da cidade (no antigo Cecomtur). Agora o FAM está na universidade, chegou no tamanho que tem que estar”, disse ele.

O 22º Florianópolis Audiovisual Mercosul tem o patrocínio do Funcultural, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina, do Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE - , Fundo Setorial do Audiovisual - FSA -, Agência Nacional de Cinema - Ancine - , com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Ministério da Cultura e Governo Federal.
 

Apoio