Notícias

Dez produções representam sete países na Mostra Videoclipe


Dez produções representando sete países (Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Estados Unidos, Peru e Uruguai) participam da Mostra Videoclipe do 22º Florianópolis Audiovisual Mercosul - Fam 2018. Serão apresentados dois vídeos por noite, às 21h, no auditório Garapuvu do Centro de Cultura e Eventos da UFSC, onde acontece o festival de 19 a 24 de junho.

A mostra começa na primeira noite do FAM 2018, na terça, com a exibição do vídeo de Paola teran, cineasta, roteirista e professora na Universidade Peruana de Ciências Aplicadas, para a música Break Me, do cantor peruano de pop eletrônico Mono, quase todo filmado no interior de um carro. Na sequência, será mostrado o vídeo ganhador do Rally Universitário do Fenavid 2017 - Festival Internacional de Cinema de Santa Cruz, na Bolívia. Dirigido por Camilo Duarte, o vídeo da canção Sólido, do rapper boliviano Samuel Lazarte, o Sami 2R, traz uma belíssima fotografia assinada por Adro Leonardo Molina.

Na quarta-feira, dia 20, a Mostra Videoclipe abre com a canção Por Amor, da rapper argentina Lucrecia Aguirre, cuja letra é baseada em relatos reais de violências cometidas contra mulheres. O vídeo das diretoras Antonella Schiavoni e Daniela Miokovitch tem como cenário um ringue de boxe. Depois, será apresentado o cover da música Miracle, da banda porto-alegrense Wannabe Jalva, gravado no estúdio do Camaleão Musical com direção de Gabriel Motta.

O vídeo experimental do diretor Juan Jiménez para a canção Agua en el Desierto, do Conector, projeto paralelo do roqueiro e ativista dos direitos humanos colombiano Hector Buitrago, líder da banda Aterciopelados, abre a Mostra Videoclipe na quarta-feira, dia 21. Logo em seguida, o metal da banda gaúcha Hibria embala uma sessão de curandeirismo no clipe dirigido por Deivis Horbach para a canção Moving Ground, título do novo disco do grupo de Porto Alegre que será lançado este ano pelo selo japonês King Records.

Na quinta-feira, mais dois clipes a partir das 21h: a produção vencedora do Projeto Santa Cruz 100 x 100, do Fenavid, dirigida por Pablo Bustamante, para a canção Cumbia a lo Mestizo, do compositor uruguaio Matungo (Vandré la Cruz, e) e, depois, o vídeo em clima de ficção científica dirigido por Fabricio Kolterman para a música Mar Alado, da banda Tagore, liderada pelo cantor e compositor pernambucano Tagore Suassuna.

No último dia da Mostra Videoclipe, o primeiro vídeo a ser exibido é Noche, dirigido em preto e branco por Gabriel Gagliardi, que traz a dançarina Luah Marques bailando mascarada, numa rua qualquer da periferia de uma cidade brasileira, ao som da banda Internet Strangers, projeto dos rappers norte-americanos Ryan Mims e Rich Russet com o produtor André Mangano. Para encerrar a mostra, Bruno dos Anjos, guitarrista da banda gaúcha Alpargatos, apresenta o EP visual Essa Cidade Cheia de Heróis, contendo as músicas Super-Homem, Astronauta e Pássaro/Avião, que dirigiu, fotografou e montou em parceria com as produtoras Almu e Preto Filmes.
 

O 22º Florianópolis Audiovisual Mercosul tem o patrocínio do Funcultural, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina, do Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE - , Fundo Setorial do Audiovisual - FSA -, Agência Nacional de Cinema - Ancine - , com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Apoio