Notícias

“Hospital da memória” e “Índios no poder” são os dois curtas mais votados para o último dia da Mostra Mercosul

Sessão Itapema sempre ao meio-dia - Foto: Daniel Guilhamet
Sessão Itapema sempre ao meio-dia - Foto: Daniel Guilhamet

A Sessão Itapema - Preferência de Público, exibe os dois filmes mais votados da quarta noite da Mostra Curtas Mercosul, realizado no sábado (23), neste domingo e último dia do FAM 2017. A exibição inicia ao meio-dia, na Sala Goiabeira do Centro de Cultura e Eventos da UFSC.

Com duração de 18 minutos, o drama “Hospital da memória” de Pedro Paulo de Andrade, um dos curtas com melhor resposta do público, relata uma noite num hospital nada convencional. Segredos, angustias e memórias envolve a trama cinematográfica.

Já o curta “Índios no poder” de Rodrigo Arajeju, retrata a história de Mario Juruna, o único índio parlamentar na história do país, que não consegue se reeleger para a Constituinte (1987/88). Sem representante no Congresso Nacional desde a redemocratização, as Nações Indígenas sofrem golpes aos seus direitos constitucionais. Ládio Veron Kaiowa Guarani lança candidatura a deputado federal nas Eleições 2014, sob ameaças do Agronegócio.

O FAM 2017 tem o patrocínio Funcultural/ Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina, da Petrobras e do Governo Federal, com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização da Associação Cultural Panvision.

 *Por Yjara Cabral, aluna do curso de jornalismo do Centro Universitário Estácio. 

Apoio