Notícias

Mostra Videoclipe é novidade na programação do FAM 2017

A cantora portorriquenha iLe no clipe Caníbal, de Juan Manuel Costa
A cantora portorriquenha iLe no clipe Caníbal, de Juan Manuel Costa

Uma das novidades da 21ª Edição do Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM 2017, a Mostra Videoclipe traz oito produções, das quais quatro são do Brasil, três da Argentina (uma das quais em parceria com Porto Rico) e uma da Colômbia. Das brasileiras, duas foram realizadas em Florianópolis.

O primeiro dos vídeos “manezinhos” (denominação afetuosa dos habitantes da Ilha de Santa Catarina) é De Cara, dirigido, gravado e editado por Antonio Rossa, para a canção do baixista e cantor Fabiano Chiqueti. O roteiro é de Rossa e Lionara Biron, que também participa do videoclipe em cenas intercaladas com o músico. O segundo, Adogás, da banda rock instrumental Skrotes, é uma animação dirigida por Henrique Neumann mostrando uma caótica visão de Floripa no futuro, com a cidade destruída pela especulação imobiliária.

Os outros clipes brasileiros são Mudo, da banda pernambucana Tagore, liderada pelo vocalista Tagore Suassuana, dirigido por Fabrício Koltermann, da produtora gaúcha Toca Audiovisual, de Santa Maria; e The Wall’s Drama, também uma animação para a música da banda The Basement Track, de Juiz de Fora (MG), produzida pelo coletivo mineiro Inhamis, com direção de Diego Navarro e direção de arte e design dele e de Fernanda Roque.

Das produções internacionais, Caníbal reúne os talentos do diretor argentino Juan Manuel Costa, famoso por seus trabalhos em stop motion produzidos pela El Birque Animaciones, de Córdoba, e da cantora portorriquenha iLe, que durante 10 anos foi a voz feminina do grupo Calle 13. De Bariloche, a argentina Maria Manzanares dirige o clipe Mapu Kimun, da cantora e compositora de origem mapuche Anahi Mariluan. De Buenos Aires, Francisco Marise dirige o clipe Relojes, canção da banda argentina de rock alternativo Ixtlán. O último concorrente da Mostra Videoclipe é a produção dos colombianos Jonathan Vargas e Juan Felipe Orozco para a canção Ghost, do cantor Fume River (ex-Orian River), também da Colômbia.

O FAM 2017 tem o patrocínio Funcultural/ Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina, da Petrobras e do Governo Federal, com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização da Associação Cultural Panvision.

 

Apoio