Notícias

Mostra Work in Progress apresenta seis filmes em finalização


Pelo terceiro ano, a Mostra WIP – Work in Progress no FAM 2021 traz filmes ainda em pós-produção, mostra também participante da programação do Encontro de Coprodução do Mercosul, evento de mercado audiovisual no Festival.

Entre 56 inscritos, foram selecionados quatro documentários e duas ficções de diversos países, numa variedade de temas e gêneros, incluindo um musical e uma produção para o público infantil. As exibições começam no sábado (25) e seguem até terça (28), a partir das 18 horas.

Los de Abajo, de Alejandro Quiroga Guerra, é uma coprodução Argentina, Bolívia, Brasil e Colômbia, que tem como protagonista um camponês idealista que quer recuperar a água do açude da família, desviada por um coronel local, com apoio do prefeito, para beneficiar o cultivo da própria vinha. Ele vai enfrentar o desprezo dos moradores, a corrupção e o poder da elite, deixando de lado o amor pelo seu filho pequeno.

Ese Soplo, de Valentina Baracco Pena, é um documentário do Uruguai em que a diretora realiza um filme com seu avô, Fernando, de 90 anos, a pedido dele, com quem conviveu por mais de 20 anos. É um registo íntimo do vínculo afetivo dos dois e a inevitável separação, uma tentativa de compreender o significado de estar vivos.

A produção argentina Las Fronteras se Movian, de Marina Belaustegui Keller, é um filme autobiográfico. Após a morte de sua mãe, a diretora descobre a verdadeira origem de seu avô materno, uma nova família e uma verdade trágica sobre esse personagem misterioso ao levar as cinzas de sua mãe para a cidade do avô na Transilvânia, Romêmia.

Do Brasil, o participante é Vai e Vem, das diretoras Fernanda Pessoa e Adriana Barbosa, produzido em Porto Alegre e São Paulo. Fernanda é brasileira, de São Paulo, e Adriana é mexicana-brasileira e mora em Los Angeles. As duas trocam videocartas falando sobre o isolamento na pandemia e o momento político nos dois países, inspiradas no olhar poético de 16 mulheres cineastas experimentais.

Puka Urpi, de Segundo Fuérez, do Equador, é uma ficção para o público infantil sobre uma menina da cidade que se muda para o campo após a morte de sua mãe. Mesmo tendo só cinco anos, ela vai precisar aprender a plantar para se alimentar e cuidar de sua avó. Os pássaros vermelhos puka urpi sempre estão junto com ela, até que a avó suspeita de algo estranho que desencadeia uma ruptura no relacionamento das duas.

O musical La Danza de Los Mirlos, de Alvaro Luque, do Peru, é sobre a mais reconhecida banda de cumbia amazônica, Los Mirlos, e trata da história gênero musical que une ritmos ancestrais e até o rock psicodélico da década de 1960, tendo como condutor o líder e vocalista da banda, Jorge Rodríguez.

O 25º Florianópolis Audiovisual Mercosul tem o patrocínio do Sebrae e é uma realização da Associação Cultural Panvision e Muringa Produções Audiovisuais.
 



Parceiros