Notícias

A sintonia do grupo vencedor do Rally Universitário Floripa em 2020

Momento da premiação da equipe. Foto: Daniel Guilhamet
Momento da premiação da equipe. Foto: Daniel Guilhamet

O desafio era produzir um videoclipe em 100h. O processo comum seria a reunião de todos, produzir e fazer a gravação do material, mas na versão Rally Universitário Floripa 2020 o processo todo deveria ser on-line. Ou seja: cada um em sua casa, fazendo a função determinada e sem encontro físico. Cinco grupos viveram essa aventura e formado por da Amanda Sant Anna (Unisul/SC); Thayná dos Santos Cardoso (São Judas Tadeu/SP); Eduardo Séllos Rodrigues (UNA/MG) e Guilherme Inã Ferreira (UFSC/SC) foi o grande vencedor dessa edição especial. Eles trabalharam o videoclipe da música “E quem vai dizer”, de Estácio Neto.

Ao responder algumas perguntas que enviamos para eles, dois pontos surgiram como unanimidade: foi uma experiência única e a sintonia da equipe foi fundamental. “100h é muito menos tempo do que eu imaginei. Acho que tive muita sorte de cair em uma equipe em que todos se sentiram muito à vontade. A gente se expressava, acolhendo as ideias um dos outros, e tentando manter a calma com os imprevistos e prazos”, compartilhou Amanda, a montadora. “Nossa maior dificuldade foi a questão do remoto e como poderíamos encontrar uma forma de transformar essa nossa dificuldade em algo a nosso favor. Assim escolhemos falar de uma viagem utilizando nossas cidades e espaços que conhecemos para ilustrar os caminhos que nosso personagem principal traçou para chegar em seu destino”, comentou Thayná, a diretora de fotografia. Nas imagens estão as cidades de Belo Horizonte, Santos, Itajaí, Balneário Camboriú e Florianópolis. Todo esse processo foi reconhecido na análise feita pelo júri especializado formado por Marcelo Mendonça, do Canal Bis, Silvio Sato, professor e fã do FAM, e Amancay Pfumps, realizadora. A escolha foi unânime e todos consideraram que o grupo sintetizou bem a ideia de produzir cada um na sua casa.

Mas além de produzir algo conforme as regras do Rally, eles absorveram conhecimentos que vão levar para a vida. Um deles é a questão do uso do tempo. “Gastamos tanto tempo com “besteira” no dia a dia que, quando submetidos à uma imersão como é o Rally, fica claro que, quando queremos, é perfeitamente possível canalizar toda essa energia a fim de produzir algo massa”, contou Guilherme, o diretor. Já Eduardo, responsável pela produção, saiu com mais um pouco mais de experiência que ele tanto buscava. “Eu nunca tinha recebido um prêmio por produzir qualquer coisa em relação ao audiovisual, foi muito boa a sensação e espero que isso me motive a não desistir do caminho”.

As principais orientações e auxílio eram dados pelo documentarista boliviano Iván Molina, junto com o duo de videomakers do Couple Of Things, Dianna Boccara e Léo Longo. Os participantes contaram com encontros em dois momentos do dia, e todo auxílio do restante da equipe quando necessário, em cada etapa até o videoclipe ficar pronto. Para Thayná esses encontros foram fundamentais. “Tivemos tutorias que eu poderia chamar muito bem de aulas, com nossos tutores nos trazendo ensinamentos que levarei para a vida toda! Nos falaram muito sobre acreditar na nossa ideia. Saí do Rally com o espírito de que posso acreditar em mim mesma e alcançar meus objetivos e acredito que meus parceiros de equipe estão sentindo o mesmo”.

A ideia que eles acreditaram, e levaram em frente, inclusive, era muito parecida com a ideia pensada pelo músico e compositor Estácio Neto. Ele há um tempo havia imaginado um videoclipe para “E quem vai dizer" e as imagens pensadas também eram a de uma viagem dentro do carro, o movimento, o fim de tarde e a luz do sol. “Curti muito o resultado do clipe, achei muito interessante essa união deles mesmo cada um em um canto. E eles conseguiram produzir algo muito legal! Ficou lindo e vou utilizar para divulgar a música”, disse.

Você pode assistir o videoclipe produzido pelo grupo campeão e todos os outros no nosso canal no YouTube. O grupo vencedor automaticamente já está no Rally 2021, ganharam assinatura por três meses do pacote Adobe Creative Cloud e cinco cursos on-line, dois da Navega Rotas Criativas e três da Bucareste, todos parceiros do Festival.

E ainda: o videoclipe foi convidado para ser exibido na Mostra Videoclipe do 20º Festival Internacional de Cinema de Santa Cruz de La Sierra na Bolívia - Fenavid. Como diz o Guilherme "Foi uma experiência incrível e eu mal posso esperar para competir novamente em 2021”. Nós também já aguardamos 2021, inclusive a 25ª edição do FAM já tem data: de 23 a 29 de setembro.

O 24ª Florianópolis Audiovisual Mercosul foi produzido com a Lei de Incentivo à Cultura, apoio Celesc e Engie, com patrocínio do Prêmio Catarinense de Cinema, Fundação Catarinense de Cultura, Governo do Estado de Santa Catarina, BRDE, FSA, Ancine, e realização da Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Pátria Amada Brasil, Governo Federal.

Assista ao Videoclipe!

Famdetodos loja virtual

Parceiros

Famdetodos Patrocinio