Fórum

  - INSCRIÇÕES - 

 

Painel "Acordos e Fomento de Coprodução" | 21.06 | 15h
Sala:
Pitangueira

Para esta atividade, o FAM convida entidades gestoras de fomentos bilaterais e multilaterais para coprodução - em especial da América do Sul - para tratar dos avanços, acordos e linhas de fomentos possíveis, diante da multiplicidade de grandes projetos de produtores independentes.

Entidades confirmadas

- IBERMEDIA/CAACI/MinC/Colômbia | Adelfa Martinez

Dirección Nacional de la Cinematografia de Colômbia


- ANCINE/Relaciones Internacionales/Brasil | Gustavo Ferreira Rolla

Dirección Relaciones Internacionales

 

 

- RECAM/Secretaria de Cultura/Paraguay | Gloria Samaniego

Dirección del Audiovisual de la Secretarìa Nacional de Cultura)


Painel: Design Ficcional, a Construção de Mundos Transmídia e a estreita relação com os GAMES, por João Massarolo | 22.06 | das 15h às 16h
Sala:
Pitangueira

Nesta apresentação, pretende-se discutir a complexa relação entre o design e a narrativa na construção de mundos transmídia. Nas teorias clássicas dos mundos transmídia (ver JENKINS 2009; SCOLARI 2009), estes seriam mundos criados a partir de um amplo, vasto e detalhado espaço narrativo, onde algumas partes são periodicamente representadas, enquanto outras porções se adequam aos princípios da lógica interna de extensão e reconstrução. Na concepção de Jenkins, o núcleo das narrativas transmídia são mundos de histórias compartilhados e exploráveis não apenas por uma plataforma de mídia, mas por um conjunto que cria uma experiência unificada e coordenada no universo diegético em diferentes formas de linguagem. No entanto, o design ficcional dos mundos transmídia se caracteriza pelo envolvimento do usuário com a ‘imagem mental’ de um mundo com múltiplos pontos de entrada, ao invés de ‘uma experiencia unificada e coordenada’. Pretende-se assim, examinar algumas práticas de organização das narrativas que estão na base da construção de mundos transmídia, levando em consideração que a experiência de mundo criada pelo design ficcional é diferente e complementar aquela fornecida pela narrativa. Assim, entre a experiência de mundo do usuário e as narrativas desdobradas instala-se uma tensão, sujeita a múltiplos conflitos. Neste processo, o design ficcional instala a estética de ‘mundanidade’, na qual os conflitos decorrentes das relações entre texto e narrativa são tratados como o campo de desenvolvimento de protótipos diegéticos, que podem ser compreendidos pelo seu grau de pertencimento ao ‘real da tela’ e cuja existência pode vir a “influenciar o desenvolvimento tecnológico no mundo real (KIRBY, 2010).” Deste modo, espera-se debater essas questões, buscando contribuir para o aprofundamento dos estudos da relação entre design ficcional e narrativas transmídia, uma área de estudos que permanece relativamente inédita no Brasil.

Inscrições

https://www.sympla.com.br/paineldesignficcional


Painel "VR: a nova fronteira do Cinema" | 23.06 | 10h
Sala:
Pitangueira

Nos últimos anos a realidade virtual vem ganhando espaço dentro do cinema, seja como meio de divulgação das obras ou, até mesmo, estando presente das produções. Para falar sobre este cenário, contaremos com a presença de João Geraldo Arantes Rodrigues e Nicolas Merens.

João Geraldo Arantes Rodrigues é sócio fundador da Vídeo Engenharia, tendo mais de 20 anos de experiência em consultoria de suporte técnico nas áreas de mídia digital, pós-produção de vídeo, catalogação de acervos de mídia, estruturação e configuração de redes para sistemas de alta performance de vídeo. Rodrigues abordará a “democratização da produção devido a evolução tecnológica: do vídeo analógico ao 360”

Nicolas Merens é paraguaio, produtor de "OPUS vr", a primeira mini-série da América Latina, produzida em realidade virtual. A produção conta a história de Luis Morales, "um herói do bairro e um inimigo da cidade" que, ao entender como injustiça uma ocorrência com um de seus amigos, planeja um grande golpe. No encontro, Merens falará sobre o processo de captação, produção e finalização de “OPUS vr”.


Encontro de docentes dos Cursos de Comunicação do Mercosul | 23.06 | 11h
Sala:
Goiabeira

O Florianópolis Audiovisual Mercosul - FAM - , chega em 2018 na 22ª edição e realiza o Encontro de Docentes dos Cursos de Comunicação do Mercosul. A atividade ocorre no dia 23/06, sábado, das 11h às 12h no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
O Encontro tem como proposta ser um espaço de diálogo acadêmico e profissional entre docentes de Comunicação, buscando estabelecer propostas conjuntas para o desenvolvimento e aperfeiçoamento dos cursos superiores em Comunicação, além de impulsionar e fortalecer a integração regional sul-americana no âmbito do ensino superior.
Na oportunidade, contaremos com a presença de Marcelo Fujii, representante da TELETECBR Cenotecnia, pautando a necessidade de infraestrutura formativa voltada a atender às demandas decorrentes dos investimentos públicos e privados na área de comunicação. Uma situação que requer discussão e diálogo com a participação das universidades, que compõem o espaço destinado ao desenvolvimento de capacidades profissionais e podem atuar no sentido de manter condições estruturais de formação melhor adequados ao mercado de comunicação da região.
Participe e contribua com esta atividade! Confirme presença realizando inscrição, gratuita, no link: https://www.sympla.com.br/famdetodos até dia 15/06.


Painel "Congresso Brasileiro de Cinema (CBC) e Diálogos Regionais" | 23.06 | 15h
Sala:
Pitangueira

Neste encontro, o Congresso Brasileiro de Cinema (CBC) dialoga com entidades representativas regionais e com o público, objetivando a construção conjunta do 9º Congresso Brasileiro de Cinema, e o fortalecimento do setor audiovisual.

Painelistas:

Roger Madruga e Assunção Hernandez - Congresso Brasileiro de Cinema (CBC)
Pedro MC - Cinemateca Catarinense (ABC /SC)
Ana Fontes - Sintracine
Ralf Cabral Tambke - Santacine

Mediadora:

Marilha Naccari


Diretores convidam: roda de conversa | 24.06 | 15h
Sala:
Goiabeira

Presença confirmada do diretor do filme "Miss", Robert Bunomo e da diretora de "Para ter onde ir", Jorane de Castro. Todos os interessados estão convidados à participarem da roda de conversa, para falar e ouvir sobre as histórias contadas nos filmes e suas linguagens.


 

Apoio