Entrevistas

Telefe, maior rede de TV argentina, é player do ECM no FAM

Iván Stoessel. Foto Sabrina Nicolazzi
Iván Stoessel. Foto Sabrina Nicolazzi

Vista em 95% das residências do país, a Telefe é principal rede de TV da Argentina. Produz mais de 3 mil horas anuais de conteúdo, distribuído por meio de oito canais regionais, que produzem sete de cada 10 programas que vão ao ar localmente. A Telefe é player do 3º Encontro de Coprodução do Mercosul no FAM 2019. Iván Stoessel, coordenador sênior de Desenvolvimento de Conteúdo, apresentou o perfil dos projetos que a TV está interessada.

FAM - O que a Telefe busca no ECM?

Iván Stoessel - Na Telefe produzimos para nossas telas e realizamos coproduções com Netflix e Amazon, por exemplo, e estamos ávidos por conteúdo e por escutar histórias inovadoras. Estamos neste mercado no FAM fundamentalmente para conhecer novos autores, novos conteúdos que estão sendo desenvolvidos. Temos uma pessoa da equipe instalada em São Paulo, que está em busca de conteúdo bilíngue espanhol/português ou em apenas um dos idiomas.

FAM - Vocês estão mais interessados em que tipo de conteúdo?

IS - O portfólio de Telefe é muito amplo e viemos especificamente neste mercado em busca de mais conteúdos, seriados, seja de ficção ou documentários, que podem ser de qualquer parte da América Latina.

FAM - Como é o espaço reservado a produções de outros países latino-americanos na programação da Telefe?
IS - A Telefe não é a única forma de reprodução da produtora, de maneira que há outras possibilidades de produção, para outros países da região além da Argentina.

O 23º Florianópolis Audiovisual Mercosul teve o investimento do BRDE, FSA, Ancine, com realização da Associação Cultural Panvision, Muringa Produções Audiovisuais, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Pátria Amada Brasil, Governo Federal.




Parceiros