Entrevistas

Ferramentas pra facilitar e aumentar a qualidade das produções audiovisuais

Luis Bechtold - Foto: Marino Mondek
Luis Bechtold - Foto: Marino Mondek

Luis Bechtold, gerente estratégico da área de mídia da Adobe para a América Latina, participa do 21º FAM com duas palestras para os participantes do Rally Universitário que está acontecendo no festival, sobre edição digital de áudio e vídeo e sobre o pacote de programas Adobe Creative Cloud. Ele é também jurado da Mostra Curtas Mercosul. Na entrevista, fala das atividades e do apoio da Adobe ao festival.

Pergunta - Do que tratam as tuas palestras?
Luis Bechtold -
Uma é focada em edição, principalmente para os participantes do Rally Universitário. Apresentei um fluxo fácil pra eles, porque têm pouco tempo pra produzir um curta, falei sobre a melhor maneira de começar a edição, trazer o material da câmera, usar o Première, programa da Adobe, fazer uns ajustes básicos e ter confiança no fluxo de edição e publicação. Falei também de algumas técnicas de edição, conceitos de cor, ajustes de câmera, estabilização de câmera, coisas que podem usar na pós-produção e que vão ajudar na qualidade final do projeto.

No sábado o foco é Creative Cloud, um pacote com mais de 20 programas para criação, onde a gente engloba design, vídeo, produção de web, todas as formas de produção de conteúdo digital. Vou falar também de animação de personagens 2D e 3D, efeitos especiais de motion graphics, produção de vídeo e áudio, tudo de uma forma integrada com os pacotes Adobe, e mostrar também um pouco de publicação trabalhando com dispositivos portáteis, tablets e celulares.

São ferramentas que públicos muito diferentes podem usar.
Luis Bechtold -
Um dos carros-chefe sempre foi o Photoshop e o Première é um software poderoso, que completou 25 anos e lidera o mercado no mundo, e eles se integram com facilidade. Para quem trabalha com Photoshop e vai começar com vídeo é mesma interface, é outro conceito mas a forma de trabalhar no software é bem parecida. Isso é importante para quem produz conteúdo e vai começar a trabalhar com áudio e vídeo. Estamos abrindo mais possibilidades pro usuário final, o foco principal hoje não é só para o profissional, pra quem precisa de um tempo de aprendizagem muito longo. Foi-se o tempo que quem só fazia cinema e TV tinha necessidade de produzir vídeo. Hoje arquitetos, advogados, médicos fazem vídeos. Além da facilidade que todo mundo tem de ter uma câmera, fazer um vídeo e postar no Youtube. Nossa plataforma também ajuda esse fluxo de captação direto do celular, pra fazer um ajuste rápido e já postar.

Pergunta - O que acha de atividades como o Rally Universitário, em que as equipes vão produzir um filme num curto espaço de tempo?
Bechtold -
Participei de algo parecido para produzir em pouco tempo um videoclipe para uma banda internacional e também de várias atividades assim. É legal pra ter um foco, a gente não tem muito tempo, produz o roteiro rápido e tem que fazer acontecer tudo. Além de produzir curtas e longas, vejo um mercado de trabalho muito grande principalmente pra quem cobre eventos nas grandes cidades, os filmmakers que filmam, fotografam, editam e algo como Rally dá uma boa experiência pra isso.

Pergunta - Como é pra Adobe apoiar o FAM?
Betchtold -
Recebemos o convite, eu e a equipe de Adobe participamos no Brasil de congressos profissionais na área de vídeo, broadcasting, mas não de mostras de cinema. Nos festivais dos Estados Unidos e de Cannes sempre estamos ajudando em projetos, mas numa mostra aqui no país é a primeira vez. É uma forma de estar presente e também ajudar nos workshops. É importante estar engajado com esse público de estudantes e o FAM é um festival internacional, da América Latina, é bacana estar aqui, estou impressionado, achei bem legal a mostra de cinema e sou também jurado da Mostra de Curtas.

O FAM 2017 tem o patrocínio Funcultural/ Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Governo do Estado de Santa Catarina, da Petrobras e do Governo Federal, com apoio da Secretaria de Cultura e Arte da Universidade Federal de Santa Catarina e realização da Associação Cultural Panvision.

 

Apoio